sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Enfim, 2011!

Há poucas horas vamos comemorar o Ano Novo... a tão esperada chegada de 2011!


Faz tanto tempo que não posto nada no meu blog que, antes que vire o ano, resolvi escrever.



2010 foi um ano diferente para mim. Me formei no final de 2009 e, com o diploma na mão e os sonhos na bolsa, fui vendo 2010 chegar. Chegou, e logo foi passando... e nada de diferente acontecia em minha vida.



Até que em outubro tenho que tomar uma decisão. De um lado a monotonia da minha vida, de outro, algo novo e diferente, que eu nem sabia ao certo como seria. Estava cansada, e precisava de alguma experiência nova, algo que me desse vontade de continuar na profissão que escolhi...



Nem todos vão entender o que vou escrever agora, mas... entraram em cena os antigos problemas, tipo: pai-mãe e passado-futuro.


Escolhi coisas novas... coisas que ainda não sabia ao certo como seria, mas... queria e precisava tomar essa decisão.



E, então, desde outubro de 2010 estou trabalhando em um jornal em Adamantina (Impacto/ Site Adamantina em Pauta). Além disso, estou de volta a cidade da minha mãe, da minha avó, das minhas primas, tios e tias. A cidade que sempre gostei de morar.



Confesso que a saudade continua morando em meu coração. Aprendi que tenho que conviver com ela. Em todos os lugares que passei, conquistei amigos e, como com o fim da faculdade, com os novos planos que cada um traçou para a vida, a saudade é a única coisa que resta.



Pai e mãe nem se fala. Não tenho culpa das coisas terem acontecido como aconteceram. Só sei que hoje tenho sempre que escolher... perto de um e saudade do outro. Além disso, em todo o tempo que morei em outra cidade, ganhei mãe de coração, irmã de coração, e tudo mais... e a saudade sempre aperta.



Quero aproveitar esse espaço, o meu espaço, para desejar a todos os leitores do blog e amigos... seja de perto, de longe, os virtuais... a todos de um modo geral, um Feliz 2011. Que Deus abençoe a cada um de uma maneira especial. Que o ano que se inicia seja de vitória e paz para todas as famílias. Que em 2011 o mundo seja melhor!



Abraços a todos... estou com saudade de muitaaa gente!!!

*Mensagem de Natal/ Ano Novo do Grupo Impacto de Adamantina.


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Palco da vida

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”. É ter humildade da receptividade. Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz…


E, quando você errar o caminho, recomece.

Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita.

Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.

Usar as perdas para refinar a paciência.

Usar as falhas para lapidar o prazer.

Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Jamais desista de si mesmo.

Jamais desista das pessoas que você ama.

Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um obstáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.

“Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”

Fernando Pessoa


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Kit da felicidade...

Há mais de um mês, ao sair de um hotel em Votuporanga, ganhei uma caixinha preta, tipo porta jóia. Achei uma gracinha, abri, dei uma olhada, mais por falta de tempo, não olhei detalhadamente...só vi que tinha um papel...deduzi que fosse propaganda.. e guardei.

Essa semana achei a caixinha...e fui olhar tudo que tinha dentro. Me surpreendi...leiam o texto e vão entender a foto:

Esse é um kit da felicidade. Nele vocês encontrarão o indispensável para acompanhá-los por toda a vida:

Um fio dourado: representa a família e os amigos, eles valem ouro.

Um elástico: representa o círculo de amizades, ele poderá ficar grande ou pequeno, conforme sua capacidade e desejo de relacionar-se com os outros.

Um clipe: para juntar os ensinamentos e experiências positivas.

Uma borracha: para apagar os mal-entendimentos, ela representa o perdão e o coração aberto.

Uma vela: para que tenham luz nos momentos mais difíceis.

Lembre-se sempre de levar duas balinhas: uma para adoçar sua vida e outra para adoçar a do próximo.



sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Clima seco e as queimadas

Na última semana escrevi duas matérias sobre o tempo seco e as queimadas que tem afetado o Estado. Acompanhem as reportagens publicadas no Jornal Tribuna Regional, de Auriflama, e Jornal da Cidade, de Guzolândia.



CLIMA - Umidade relativa do ar atinge 10%; adequado para saúde é 60%
Ar seco deixa Estado em alerta



A baixa umidade relativa do ar tem causado preocupação em todos os Estados. Sem previsão de chuva para os próximos dias, a população sofre as consequências das mudanças climáticas.



O ar seco provoca incômodo na boca, nariz e olhos, além de agravar problemas de saúde. Com o clima quente, é recomendado que seja evitada a prática de atividades ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e 17h e de exercícios físicos entre 11h e 15h.

Dados do Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas), do Estado de São Paulo, indicam que a última chuva na cidade foi de 33 milímetros, na semana de 1 a 4 de abril.



As cidades de Valparaíso, Votuporanga e Presidente Prudente registraram níveis de umidade entre 10 e 11%, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Barretos e Jales ficaram no limite da emergência, com 12%. Em São José do Rio Preto a umidade é de 12%. O índice adequado à saúde é de 60%. Em Auriflama, o menor índice registrado esta semana foi de 15%.



O ar seco aumenta as doenças respiratórias. O médico Delfim Pires recomenda o uso de umidificadores de ar ou a utilização de recipientes com água nos quartos, antes de dormir. “Muitas pessoas colocam uma pequena travessa com água nos locais, e isso não resolve nada. O certo é colocar várias assadeiras, que tem uma grande superfície de contato para que a água evapore e umedeça o ar”, explica. Além disso, o médico aconselha que as pessoas molhem o piso constantemente, coloquem várias toalhas molhadas próximas ao ventilador e tomem bastante líquido para hidratar o corpo.





Clima seco aumenta queimadas




O clima quente e seco é propicio para queimadas. Na última quarta-feira, dia 1, uma extensa área da Fazenda Felicidade, localizada no Córrego do Escondido, em Guzolândia, foi tomada pelo fogo.


Segundo informações obtidas com o delegado Eduardo Pandini, ainda não se sabe a causa do incêndio, mais suspeita-se de que alguém ateou fogo na cana-de-açúcar, pertencente a Usina Generalco. O fogo consumiu a cana, pastagem e área de preservação permanente.


Caminhões da própria usina trabalharam no combate as chamas. As polícias militar, civil e ambiental estiveram envolvidos no caso.



Pista fica interditada por causa do fogo

Essa semana também teve mais um incendio na região, dessa vez na Fazenda Santa Fé, em frente a Base da Polícia Rodoviária de Sud Mennucci, próximo ao Rio São José.


A queimada aconteceu no dia 4 por volta das 6h. As chamas só foram controladas por volta das 14h, com o auxílio do Corpo de Bombeiros de Pereira Barreto e dos caminhões pipas das usinas Pioneiros e Interlagos. No total, foram queimados 600 alqueires, localizados entre o quilometro 600 a 604. A pista até teve que ser interditada dos dois lados por volta de 40 minutos.


A foto de sábado:

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Parabéns!

Como fiz no mês de junho um post especial para desejar um FELIZ ANIVERSÁRIO para os meus familiares, agora parabenizo os aniversariantes de julho e agosto.

Abraços a todos.

Que Deus abençoe a todos de uma maneira especial.


Irmão Daniel (03/07)

Prima Isabella (30/07)




Maninha Angélica (15/08)


Tia Lucimar (19/08)

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

domingo, 8 de agosto de 2010

PAI DE TODO JEITO

Tem pai que ama, Tem pai que esquece do amor.
Tem pai que adota, Tem pai que abandona.
Tem pai que não sabe que é pai, Tem filho que não sabe do pai.

Tem pai ...

Tem pai que dá amor, Tem pai que dá presente.
Tem pai por amor, Tem pai por acaso.
Tem pai que se preocupa com os problemas do filho, Tem pai que não sabe dos problemas do filho...

Tem pai ...

Tem pai que ensina, Tem pai que não tem tempo.
Tem pai que sofre com o sofrimento do filho, Tem pai que deixa o filho esquecido.

Tem pai de todo jeito.

Tem pai que encaminha o filho,Tem pai que o deixa no caminho.
Tem pai que assume, Tem pai que rejeita.
Tem pai que acaricia, Tem pai que não sabe onde está o filho que precisa de carinho.
Tem pai que afaga, Tem pai que só pensa em negócios.

Tem...Tem pai de todo jeito.

E você??? Que tipo de pai você é?
Eu quero um pai, apenas um pai que esteja consciente do amorque tem para dividir...
Eu quero um pai, apenas um pai que seja AMIGO!


A todos os Pais,um carinhoso abraço!
Deus Pai os abençoe!
(autor:Ari Antonio Angelin)



Abraço especial para o meu pai Lucas Araujo, para o meu tio-pai Val Dantas e para o meu padrasto Reginaldo Alves.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do Amigo

Feliz Dia do Amigo para todos meus amigos...

Os de longe..de perto.. os mais antigos... os mais recentes.... a todos os meus amigos de verdade!
Que Deus abençoe todos vcs..
PS: Abraço especial para a minha maninha!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

DEFINIÇÃO DE SAUDADE

Recebi um e-mail hoje com uma história linda...que vale a pena ler..
O texto é de Rogério Brandão, médico oncologista clinico.

Emocionante como uma criança pode definir um sentimento que muitos adultos não sabem nem mesmo o que é...

Médico cancerologista, com 29 anos de atuação profissional, posso afirmar que cresci e me modifiquei com os dramas vivenciados pelos meus pacientes..

Um dia, um anjo passou por mim...

Recordo-me do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional. Nesse hospital, comecei a freqüentar a enfermaria infantil, e a me apaixonar pela oncopediatria.

Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento destas crianças. Até o dia em que um anjo passou por mim.

Meu anjo veio na forma de uma criança com 11 anos, calejada por 2 anos de tratamentos os mais diversos, hospitais, exames, manipulações, injeções, e os desconfortos trazidos pelos programas de quimioterapias e radioterapia.

Mas nunca vi meu anjo fraquejar. Já a vi chorar sim, muitas vezes, mas não via fraqueza em seu choro. Via medo em seus olhinhos, e isto é humano! Mas via confiança e determinação.

Um dia, cheguei ao hospital de manhã e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. E comecei a ouvir uma resposta que ainda hoje não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.

Meu anjo respondeu:
- Tio, às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores. Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade de mim. Mas eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!
Pensando no que a morte representava para as crianças, que assistem seus heróis morrerem e ressuscitarem nos seriados e filmes, indaguei:
- E o que morte representa para você, minha querida?
- Olha tio, quando agente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e no outro dia acordamos no nosso quarto, em nossa própria cama não é?
- É isso mesmo, e então?
- Vou explicar o que acontece, continuou ela: Quando nós dormimos, nosso pai vem e nos leva nos braços para o nosso quarto, para nossa cama, não é?
- É isso mesmo querida, você é muito esperta!
- Olha tio, eu não nasci para esta vida! Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira!

Boquiaberto, não sabia o que dizer. Fiquei parado, sem ação.
- E minha mãe vai ficar com muitas saudades minha, emendou ela.
Perguntei ao meu anjo: - E o que saudade significa para você, minha querida?

- Não sabe não tio? Saudade é o amor que fica!



Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um dar uma definição melhor, mais direta e mais simples para a palavra saudade: é o amor que fica!

Um anjo passou por mim...

Foi enviado para me dizer que existe muito mais entre o céu e a terra, do que nos permitimos enxergar. Que geralmente, absolutilizamos tudo que é relativo (carros novos, casas, roupas de grife, jóias) enquanto relativizamos a única coisa absoluta que temos, nossa transcendência.

Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas me deixou uma lição que ajudou a melhorar a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com o outros, a repensar meus valores.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Parabéns!

Venho por meio de post desejar PARABÉNS os aniversariantes do mês de maio e junho...

Vou citar o nome apenas das pessoas da minha família, se não posso esquecer algum amigo... colega... e ai fica chato.

Vou aproveitar os dizeres de um embrulho de um dos meus presentes para desejar a todos:



Vitória

Luz

Amor

Respeito

Paz

Vida

Prazer

Felicidade

Sabedoria

União

Conquistas

Harmonia

Plenitude

Encontro

Lucas (pai) e Lucas (irmão) 20/05

Gêmeos (esses não são da família, mas como amo babys...rsrs) 27/05



Joyce (tia) 05/06


Eu e minha mãe Lucilene 10/06


Ivan (primo) 04/06

e

Pâmella (prima) 20/06




Mensagem especial de aniversário que saiu no jornal Tribuna Regional


domingo, 6 de junho de 2010

Desabafo.

Como os dias têm passado de maneira estranha. Passam, e parece que nada acontece. Estamos em junho, meio do ano, e nada do que eu queria aconteceu. Os dias passam e é como se nada estivesse acontecendo, além de um dia atrás do outro. Acorda, dorme, acorda, dorme...fim de semana...igreja...as vezes busão....segunda novamente...trabalho... e mais nada!

Sensação estranha. Sentimento confuso. Uma mistura de infelicidade, com impaciência, ansiedade e sei lá mais o que. Cercada de pessoas que ao mesmo tempo em que são, não são. Que ao mesmo tempo em que estão, não estão.

Sabe...
Não adianta falar que me entendem, não entendem. Não adianta falar que me apóiam, não apóiam. Não adianta falar que não amo, amo. Não adianta falar que não sofro, sofro. Não adianta falar que sou estranha, sou normal.
Apenas detalhista...mas...“Se você não sabe dar valor aos pequenos detalhes, você não sabe o que é valor, ou melhor, detalhes!”

Ninguém, ninguém, consegue sentir o que senti naquele momento. Nem fazem ideia do que sinto agora também. As coisas mudam. As coisas acontecem sem pedir permissão, ou ao menos saber se é isso que a gente realmente quer. É uma mistura de sentimentos e pensamentos. Uma salada de frutas na cabeça.

Será que é isso que quero?
Será que é isso que sonho?
Será que estou certa?
Será que estou errada?
Será que consigo?
Será que mereço?
Será que posso?
Será que devo?
Onde ficam meus sentimentos?
Onde ficam meus conceitos?
Onde ficam minhas ideias?
Onde fica tudo?
Preciso confiar em mim.
Preciso mostrar que posso.
Preciso conseguir.
Preciso de felicidade.
Preciso de amor.
Preciso de um tempo para mim.
Preciso, acima de tudo, de PAZ. Esse é um bom recomeço para minha vida.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

A que ponto chegamos?

Essa semana fiquei horrorizada com a notícia de que um bebê caiu da maca e morreu, instantes depois do seu nascimento.

Isso é um absurdo. Não consigo aceitar o fato. Me coloco no lugar dessa mãe e imagino como deve estar.

A saúde em nosso país é um caos, mas esse fato passa dos limites. A matéria publicada no G1 fala de conversar entre médicos falando que a maca não aguentaria, ou que a mãe estivesse acima do peso. O que é isso?

Acompanhem a matéria do G1:

Mesa cirúrgica quebra, recém-nascido cai no chão e morre na Bahia

Mãe sofreu lesões no púbis e na perna direita e segue no hospital.

Internada, ela não recebeu alta para sepultar o filho, em Porto Seguro.

O bebê João Henrique morreu instantes depois de nascer, neste domingo (23), no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro (BA). Segundo informações da diretoria médica do hospital, a mesa de cirurgia quebrou durante o parto, derrubando a mãe, Alcione Teixeira Santos, 28 anos, e o recém-nascido no chão. A criança foi sepultada nesta segunda-feira (24), no Cemitério de Pindorama, na cidade. Por não ter recebido alta, a mãe não foi ao enterro.

Segundo nota, o hospital informou que Alcione entrou em trabalho de parto às 6h e o nascimento de João Henrique ocorreu às 15h30, de parto normal. Ainda de acordo com o documento, por conta da queda, a mãe sofreu traumatismo na região do púbis e na perna direita e o recém-nascido morreu por conta do acidente.

A sobrinha de Alcione, Deiriane Rodrigues, 20 anos, que ficou como acompanhante dela no hospital nesta segunda-feira (24), disse ao G1 que o médico responsável pelo parto visitou a tia para tentar explicar o ocorrido na sala de cirurgia. "O médico, acompanhado de uma assistente social, disse para minha tia que a mesa estava em ordem, mas minha tia disse que lembra de ter ouvido o médico falar para ela, antes do parto, que a mesa não iria aguentar a realização do parto.

Ainda de acordo com Deiriane, durante a visita, o médico ainda teria feito piada com o peso de Alcione. "Ele teve coragem de falar que minha tia estava acima do peso. Isso a deixou mais abalada ainda. Minha tia não teve coragem de olhar para a cara do médico. Ela não quis nem conversar com ele de tão abalada que ficou."

Demora na comunicação

A delegada Eliana Barbosa, responsável pelo inquérito policial do caso, disse ao G1 que pretende ouvir o depoimento da mãe ainda nesta terça-feira (25), caso ela receba alta. "Dois funcionários serão ouvidos nesta quarta-feira (26) e o médico será ouvido na quinta-feira (27). Terei 30 dias para concluir o inquérito, mas já encaminhei uma equipe de peritos ao hospital para analisar a mesa cirúrgica e o balde rígido onde a criança bateu a cabeça na queda."

Eliana disse ainda que quer saber o motivo da demora do hospital em comunicar a família sobre a queda da mãe e da criança. "Além da demora em falar com os familiares, a polícia também demorou a ser comunicada sobre o fato. Isso precisa ser melhor esclarecido. Outro ponto que será investigado é se a mesa cirúrgica passou por manutenção preventiva antes da realização do parto."

A diretoria do hospital afirmou que um processo administrativo foi aberto para apurar as possíveis falhas cometidas pelo médico e pela equipe de funcionários que estavam na sala cirúrgica durante o parto.

Em nota, o hospital disse que a mãe está recebendo apoio ortopédico e psicológico e que a mesa cirúrgica quebrada tinha passado por manutenção, não apresentando problemas aparentes. "Também precisamos saber se o cordão umbilical foi cortado antes ou depois da queda", disse a delegada.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/05/mesa-cirurgica-quebra-recem-nascido-cai-no-chao-e-morre-na-bahia.html

domingo, 9 de maio de 2010

Dia das mães

Posto essa mensagem apenas para homenagear a todas aquelas aquelas mulheres que são sinceras, preocupadas, amigas, companheiras, conselheiras, sábias, guerreiras, entre outras tantas virtudes.
Parabéns a todas as mães. Que Deus abençoe a todas e continue dando sabeboria.
Felicidades!

Meu carinho especial para a minha mãe Lucilene, minhã avó Guiomar, para a minha mãezinha do coração Sil e para a minha madrasta Ju. Amo vocês.




domingo, 11 de abril de 2010

NADA É POR ACASO....

Há uma igreja nos EUA chamada "Almighty God Tabernacle" (Tabernáculo do Deus Todo-Poderoso). Num sábado à noite o pastor dessa igreja ficou trabalhando até mais tarde e decidiu ligar para sua esposa antes de voltar para casa.

Era por volta das 22h. A esposa não atendeu ao telefone, apesar do pastor deixar tocar várias vezes. Ele pensou que sua esposa estivesse ocupada e continuou a fazer mais algumas coisas.
Mais tarde, ele tentou de novo e sua esposa atendeu de imediato. Ele perguntou por que ela não havia atendido antes e ela disse que o telefone sequer havia tocado. O pastor ficou bravo, esquecendo-se de que deveria ser um marido compreensivo.
Na segunda-feira seguinte, o pastor recebeu um telefonema no escritório da igreja do número que ele havia discado no sábado à noite. O homem com quem falava queria saber o por que o pastor havia ligado para ele no sábado.

O pastor não entendeu o que aquele homem estava dizendo. Então, o homem disse: "O meu telefone tocou, tocou, mas eu não atendi". O pastor então lembrou-se do engano e pediu desculpas por perturbá-lo, explicando que ele havia tentado falar com sua esposa.

O homem respondeu: "Tudo bem. Deixe-me contar minha história: Eu estava planejando me suicidar no sábado à noite. Antes, porém, eu orei dizendo: "Deus, se tu existes e estás me ouvindo e não queres que eu faça isso, dá-me um sinal, agora". Naquele momento, o telefone começou a tocar. Eu olhei para o identificador de chamadas e lá estava escrito: "Almighty God" (Deus Todo-Poderoso). E eu fiquei com medo de atender!"
Nem sempre podemos saber a importância de um telefonema ou e-mail enviado a um amigo ou até por engano a alguma pessoa. Não se chateie se, de repente, perceber que o fez por engano.

Deus nunca se engana.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Atitudes que fazem a diferença

Olha que legal...atitudes que fazem a diferença...

Do G1 (http://www.g1.com/)

Publicado em 05/03/10 - 07h30 - Atualizado em 05/03/10 - 09h26

Via Twitter e Facebook, chilenos juntam sete toneladas para as vítimas do tremor

Jovens amigos criaram comunidade para recolher mantimentos. Mobilização saiu do virtual e foi para as ruas da capital, Santiago.

Giovana Sanchez Do G1, em Santiago do Chile

No dia seguinte ao forte terremoto que atingiu o Chile, o cientista político Renato Briceño e o estudante Mauricio Compillay queriam ajudar as vítimas, mas não sabiam como. Sem ter nenhuma filiação a grupos ou instituições, eles acharam que tinham duas opções: fazer um plano que poderia levar uma semana e então seria tarde demais para ajudar, ou colocar uma barraca numa rua de Santiago, com uma placa para pedir ajuda e espalhar o endereço do grupo pela internet.

Com o sentido de urgência, eles preferiram a segunda opção. "Organizamos tudo com duas pessoas e dois cliques. O pessoal começou a retwitar e nossa comunidade no Facebook começou a crescer. No primeiro dia, no domingo, apareceram umas 15 pessoas. No segundo umas 50. Hoje são mais de 350 voluntários e arrecadamos 7 toneladas de mantimentos, dos quais quatro já foram enviadas", contou Renato.

Como eles não tinham onde deixar as coisas, resolveram montar um acampamento na praça para vigiar as doações. "No fim, as pessoas já estavam nos trazendo comida, e alguns dormiram aqui também", conta Maurício.O grupo, que não tinha um nome, passou a se chamar "Carpa de Ayuda" ("Barraca de ajuda"). Eles criaram até uma credencial para cada voluntário. As doações terminaram nesta quinta, segundo eles, para não concorrer com o 'Teletón', evento beneficente marcado para esta sexta.

Mantimentos arrecadas pelo grupo virtual Carpas de Ayuyda. (Foto: Giovana Sanchez/G1)

Voluntários reunidos em praça de Santiago do Chile nesta quinta-feira (4). (Foto: Giovana Sanchez/G1)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Agora sim, Jornalista!

Exatamente a uma semana atrás (22/01), lá estava eu, recebendo o meu canudo.. meu diploma. Que dia emocionante, mais do que especial para mim.

Todos estavam reunidos: Amigos, colegas, irmãos, família do pai e família da mãe. O motivo do encontro: A minha Colação de Grau!!! Tudo aconteceu muito rápido, sem que eu aproveitasse ao máximo o momento. É sempre assim. Agora penso – poderia ser diferente. Faltaram algumas coisas, mas foi perfeito.

Lá de cima via os olhinhos dos meus familiares brilharem. O sorriso também estava diferente e presente em todos os momentos. Foram 4 anos de muito esforço. Confesso que não foi muito fácil. Não a facul em sí...mas a união de tudo... a conciliação dos pensamentos, ideias, desejos, familiares, ambientes, etc. Mas, graças a Deus, consegui.

Agradeço a todos que, de alguma maneira, colaboraram para que eu chegasse a vivenciar esse momento tão especial em minha vida. Aos meus colegas de sala, aos amigos de verdade, que sei que o fim da facul não significa o fim da amizade.... a todos os professores, coordenadores (que foram muitos)... enfim, a todos que colaboraram comigo e me apoiaram nos momentos que mais precisei. Senti falta de muita gente naquela noite, dos professores que marcaram muito minha vida acadêmica, mas que não estavam lá.

Eu demorei para escrever esse post, né? Desculpem-me. Juro que tentei várias vezes, mas não consegui. Começava a chorar.... a pensar naquela noite mais do que especial, a lembrar que consegui reunir meu pai e minha mãe para uma foto tão esperada, em pensar também que não vou ver mais a minha turma todos os dias, ou..quem sabe, algumas pessoas, nunca mais. Ai, desistia. Fechava a tela e parava de escrever. Conflitos comigo mesma, conflitos com pessoas que amo, conflitos... isso também atrapalhou que eu terminasse meu texto.

Como de costume, os meus posts são marcados por fotos. Não posso ser diferente nesse, né? São muitas fotos que quero postar.

Acompanhem, comentem, fiquem à vontade.

*** Vou aproveitar esse post para colocar o meu agradecimento do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Ainda não tinha tornado ele público e, nesse momento de gratidão, para fazer isso.

** Aproveito também para agraceder o post que a minha maninha Angélica Néri fez em minha homenagem. Obrigada!

* Também vou postar a matéria que saiu no jornal do meu pai sobre a colação. Acompanhem.












A FOTO - mais do que especial. Mãe, irmão por parte de mãe (Dani), eu, pai, irmão por parte de pai (Matheus), e irmão por parte de pai e mãe (Lucas).


AGRADECIMENTO


A Deus, que esteve comigo em todos os momentos da minha vida, me dando força para prosseguir, apesar das inúmeras dificuldades. A Ele, minha eterna gratidão.

A minha família, que é a base de tudo. A minha mãe Lucilene Barbosa, que é a minha melhor amiga. Obrigada por tudo, mãe! Por me compreender, aconselhar e apoiar minhas escolhas. Vários foram os momentos que, com lágrimas ao telefone, soube me ouvir e transmitir conforto. Obrigada por ser a pessoa que você é, por mesmo estando longe, estar perto. Te amo!

Ao meu pai Lucas Araujo, que esteve comigo durante esse tempo. Que me aguentou durante esse período tão ‘turbulento’ do TCC, que lutou para pagar minha faculdade, condução de Auriflama a Araçatuba, passagens nos fins de semana, e tudo o que foi necessário. Obrigada pai. Não se esqueça que eu te amo. A minha madrasta Juliane, que me ajudou com esse trabalho, a minha gratidão. Obrigada pela paciência.

Aos meus irmãos Lucas, Matheus e Daniel, que me fizeram rir nos momentos mais difíceis, ou até mesmo chorar, seja por saudade, raiva, vontade de puxar a orelha, ou outro sentimento. A minha amiga Angélica Neri, que se tornou a irmã que eu nunca tive. Obrigada por me ajudar quando precisei, por estar ao meu lado me escutando sempre. Obrigada por fazer parte da minha família, maninha. Um abraço especial para a minha avó Guiomar, que sempre me apoiou em todos os momentos que precisei.



Agradeço a todos os meus amigos e professores da faculdade. Em especial à minha amiga Juliana, que esteve comigo durante esses quatro anos, não me deixando nunca perder a calma. Obrigada Juzinha! A Karoline e ao Allan, que trabalharam comigo durante esse tempinho no TCC, muito obrigada. O nosso quarteto ficará marcado para sempre em meu coração.
Agradeço também a nossa orientadora mestre Karenine Miracelly, que esteve conosco não apenas nos momentos bons, mas também nos de crise. Desculpe qualquer coisa e obrigada por tudo!


Tamyris Barbosa Araujo

*as fotos da apresentação, pq esse momento também foi especial d+. Fechamos com 9.9....




MATÉRIA

CONQUISTA – Cerimônia aconteceu no último dia 22, no Centro Universitário Toledo
Tamyris Araujo conclui curso de Jornalismo

Repórter: Angélica Neri

Conquistar a formação profissional é o sonho da maioria dos jovens. Destacam-se no mercado de trabalho aqueles que demonstram maturidade e força de vontade. Pessoas que, com ousadia, lutam por seus ideais e aproveitam as oportunidades.

No último dia 22, Tamyris Barbosa Araujo, estagiária do Tribuna Regional e diretora do Jornal da Cidade, de Guzolândia, recebeu a colação de grau em Jornalismo. A cerimônia aconteceu no auditório Damásio Evangelista de Jesus, no Centro Universitário Toledo de Araçatuba. Com a presença de profissionais da área, pró-reitores, professores, familiares e amigos, a jovem comemorou a conquista. “Foram quatro anos de aprendizado. Agradeço a todos que, de alguma maneira, colaboraram para que eu chegasse a vivenciar esse momento tão especial em minha vida”, destaca.

A solenidade contemplou o juramento dos 65 formandos e várias homenagens. A jornalista e coordenadora do curso, Karenine Miracelly Rocha da Cunha, atuou como patronesse. Já a publicitária Melissa Carolina de Moura foi a paraninfa da turma. “Foi muito gratificante conseguir reunir todas as pessoas que amo, familiares paternos e maternos, para celebrar a minha formatura. Obrigada a todos”, menciona Tamyris.

Durante a vida acadêmica, Tamyris Araujo participou de palestras e concursos, que contribuíram para a sua formação. Em agosto do ano passado, ela prestigiou a Semana Estado de Jornalismo, promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo. Na oportunidade, aproveitou para visitar veículos de comunicação da capital, como a Rádio Jovem Pan Sat, Rádio Eldorado, Rádio e TV Record – onde teve contato com profissionais renomados.
Ainda em 2009, ela se destacou na publicação das duas edições da revista laboratorial Pretexto, produzida pelos acadêmicos do último ano. Ambos os exemplares tiveram como capa matérias escritas pelo grupo de Tamyris Araujo. No encerramento do ano letivo, a acadêmica obteve a nota 9,9 em seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). O conteúdo produzido foi uma revista de circulação regional.

Orgulhoso, Lucas Araujo, pai da jovem jornalista, destaca: “Estou feliz por esta grande conquista. Sem dúvidas, este foi um dos momentos mais marcantes da minha vida. Que Deus a abençoe e abra as portas para que ela realize todos os sonhos. Que seus projetos se concretizem”.